O PAÇO MUNICIPAL

FOTO PAÇO MUNICIPAL 1950

O Paço Municipal, o prédio da Prefeitura, localizado no centro da cidade, na Praça Senador Temístocles é, oficialmente, a sede do Poder Executivo Municipal.

O prédio majestoso, de magnífica arquitetura neoclássica, foi construído na administração do Major Alberto Veloso Passos, em 1925. Esta fachada, aliás, foi projetada em Salvador, em uma firma de arquitetos especializada, então ali existente, à rua do Politeama, na década de 20, por encomenda do Major.

De lá para cá, o prédio passou por algumas reformas, sendo três delas bem significativas, pelo porte: uma reforma  datada de 1947, na gestão do prefeito nomeado Milton Ernestino da Silva; outra no início da década de 70, na gestão do Prefeito Carmelito Barbosa Alves, quando o Paço Municipal passou por uma grande reforma e reestruturação, em que foram instalados novos departamentos e serviços específicos. Foi projetado, internamente, um novo edifício, com 16 salas, salão para a Câmara Municipal, gabinete para o Prefeito e gabinete para o Vice-Prefeito. A última grande reforma aconteceu numa das gestões do Prefeito Orlando Peixoto Pereira Filho.

A fachada do prédio, aliás, que é singular e muito estética, consta de quatro estátuas de mulheres (duas no alto do prédio e duas que servem de colunatas na porta), quatro colunas em estilo greco-romanas, uma soberba águia no alto central, duas gárgulas nas laterais e os arabescos frontais, mais o Brasão da República e o nome Paço Municipal em letras garrafais esculpidas em alto relevo. Realmente lindíssima!

Antigamente, o Paço Municipal abrigava não só a Prefeitura, mas também o Fórum e a Câmara de Vereadores. Ou seja: ali ficavam os 3 Poderes, o Executivo, o Judiciário e o Legislativo, num prédio só.

Além disso, nos seus belos Salões Nobres (eram dois) aconteciam os bailes, as formaturas, os tribunais de júri e outros importantes eventos sociais da época.

Atualmente, o Paço Municipal guarda um Salão Nobre onde fica a Galeria dos Prefeitos, os gabinetes do Prefeito e do Vice, a Secretaria de Relações Institucionais e alguns setores tais como o da Documentação, da Contabilidade e do Tesouro Municipal.

UMA CURIOSIDADE:

Conforme resolução n.1 de 21 de dezembro de 1897, o Cônego Antônio da Silveira Franca, o primeiro Chefe do Executivo Municipal, realizou no dia 12 de janeiro de 1898 a compra do edifício que foi preparado para a instalação da Villa, e pertencente ao Cap. Sidronio José da Silveira, de acordo relatado na primeira prestação de contas feita por ele e que, no citado trecho, refere-se ao prédio da Intendência, ou seja, onde funcionou a primeira prefeitura.

Paço

Publicado por

Edisandro Barbosa Bingre

Escritor, poeta, pesquisador memorialista e almanaquista. Agraciado em 2020 com o Título de Cidadão Cruzalmense pela Câmara de Vereadores de Cruz das Almas, Bahia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.