GUABIRABA, UM CANGACEIRO NA REGIÃO DE CRUZ DAS ALMAS?

A antiga cadeia municipal

Hoje li um interessante relato no livro Cruz das Almas dos meus bons tempos, de Renato Passos da Silva Pinto Filho, que trata do desfecho de um famoso caso policial:

“Eu só me lembro desta gloriosa força policial com medo, foi na época do bandido cangaceiro Guabiraba, que queria imitar o Lampeão, e estava dando o que fazer. Foi preciso pedir ajuda às forças policiais da Bahia; neste tempo, aqui em Cruz das Almas nem nas cidades vizinhas ninguém vivia sossegado; até que um dia liquidaram Guabiraba e eu vi quando chegou morto aqui na delegacia, amarrado pelos pés e pelas mãos num toro de pau, parecendo um bicho, com o corpo cheio de balas. Os soldados não deixaram a gente chegar perto para ver o bandido morto.”

Conta-nos ainda Hermes Peixoto:

“Assim como Renato Passos Filho, também tive a oportunidade de ver o corpo de Guabiraba chegar à delegacia, hoje Casa da Cultura. Veio na carroceria de um caminhão pendurado pelos pés e pelos pulsos na armação da carroceria que servia para colocar a lona de cobertura. O corpo foi retirado do caminhão juntamente com o mastro em que estava amarrado, com várias perfurações de bala e depositado no chão da delegacia sobre os paralelepípedos do pátio. A cidade ficou em polvorosa e todos queriam ver o bandido Guabiraba, que para muitos não era bandido. Segundo algumas pessoas ele roubava dos ricos e doava aos mais necessitados. Lenda? Verdade? A população se dividia. Guabiraba foi morto na lagoa da Inácia em uma emboscada armada pela força policial de Salvador”.

Enfim… Esse fato se deu lá por volta dos anos de 1940 ou 1950.
Será que mais alguém aqui sabe alguma história sobre os cangaceiros em Cruz das Almas ou região? Compartilhe conosc

Publicado por

Edisandro Barbosa Bingre

Escritor, poeta, pesquisador memorialista e almanaquista. Agraciado em 2020 com o Título de Cidadão Cruzalmense pela Câmara de Vereadores de Cruz das Almas, Bahia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.