CRÔNICA SOBRE A ESTAÇÃO DE POMBAL

Conta-nos o Dr. Leandro Costa Pinto de Araújo, através de suas crônicas sobre a Cruz das Almas de antigamente…
A Estação Ferroviária de Pombal, inaugurada em 1881 e reformada em 1930, distante cerca de seis quilômetros do centro da cidade era, naquela época, além de principal ponto de embarque e desembarque de passageiros e mercadorias, também uma opção de lazer muito prazerosa e bem aproveitada pela mocidade local que para lá se dirigia, envolvendo aí passeios e encontros amorosos, principalmente nas tardes de domingo, feriados e dias santos.
Ah… quantas histórias devem ter acontecido, entre encontros e desencontros, idas e vindas, chegadas e partidas!

Publicado por

Edisandro Barbosa Bingre

Escritor, poeta, pesquisador memorialista e almanaquista. Agraciado em 2020 com o Título de Cidadão Cruzalmense pela Câmara de Vereadores de Cruz das Almas, Bahia.