UMA TRADIÇÃO DA SEMANA SANTA

A Mestra do Samba do Machucador, D. Madalena Carolina de Jesus, faz questão de manter viva mais uma linda e antiga tradição em Cruz das Almas.

Conta-nos a sua filha, Telma Carvalho, também Mestra do Samba do Machucador: “É uma tradição da Família Carvalho, que minha Mãe sempre seguiu, em guardar a Quaresma. Seguindo cada etapa… e no mês que antecede a semana Santa nos dias de quartas-feiras e sextas-feiras, ela sempre seguiu e nos orientou a comer peixe nos respectivos dias e na sexta-feira Santa acontece o tradicional almoço. Mainha sempre reuniu a família para a entrega do pão e vinho e depois o tradicional almoço, seguido de rezas que ela costuma fazer. Ela faz questão que todos os filhos, netos , bisnetos e quem aparecer participem desse momento religioso. Momentos gratificantes que fazem parte de nós. Esse ano foi um pouco diferente por conta da pandemia, realizamos um drive-thru, idéia de uma das netas, Luane Hellen, para evitar aglomeração”.


D. Madalena Carolina de Jesus tem 90 anos de idade, mora em Cruz das Almas, tem 9 filhos, 26 netos, 26 bisnetos e 2 tataranetos.

(FONTE: TELMA CARVALHO in Facebook)

Publicado por

Edisandro Barbosa Bingre

Escritor, poeta, pesquisador memorialista e almanaquista. Agraciado em 2020 com o Título de Cidadão Cruzalmense pela Câmara de Vereadores de Cruz das Almas, Bahia.